Prêmio Município Verde e Azul

Socorro conquista certificado do Programa Município Verde Azul

Pela primeira vez desde que o Programa Município Verde Azul (PMVA) foi criado, em 2007, Socorro alcançou a marca de 80 pontos e recebeu o certificado da Secretaria de Estado do Meio Ambiente – Governo do Estado de São Paulo. O resultado foi anunciado na tarde de quarta-feira (13), em evento no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo estadual, em São Paulo.

A Prefeitura obteve 80,29 pontos no ranking do PMVA, ficando em 43º lugar dentre os 588 municípios presentes na lista final. Foram três etapas de certificação ao longo do ano, avaliando as ações, assembleias e projetos relacionados ao meio ambiente e à sustentabilidade.

O município já havia chegado perto de conseguir a certificação em anos anteriores – obteve pontuação 75,22 em 2015 e 73,33 em 2016. Este ano, enfim, o trabalho da Secretaria de Meio Ambiente e Desenvolvimento Sustentável, com apoio do prefeito André Bozola, foi recompensado.

Desde janeiro, ações como palestras educativas para crianças, plantio de árvores, valorização do conselho (CMMA), visitas de estudantes à Estação de Tratamento de Esgoto e utilização de etanol nos veículos da municipalidade, dentre outras, somaram pontos para Socorro no ranking do PMVA.

O programa avalia o compromisso dos municípios paulistas com o meio ambiente, estimulando as prefeituras a elaborar e executar políticas públicas voltadas ao desenvolvimento sustentável. Em troca, quanto melhor o desempenho do município, mais fácil ter acesso às verbas repassadas pelo Fundo Estadual de Prevenção e Controle da Poluição (FECOP).

“É importante frisar que a obtenção do certificado significa maiores chances de receber recursos do Governo do Estado para desenvolver ações junto ao meio ambiente, e assim melhorar a qualidade de vida da população socorrense”, destaca o prefeito André Bozola.

Para o secretário de Meio Ambiente, “a certificação é muito importante porque se trata do reconhecimento de um trabalho que teve início em 2013 e agora gera seus primeiros frutos. Mas isso é só o começo de uma transformação contínua na busca de mais qualidade aos cidadãos, respeito ao meio ambiente e sustentabilidade”.

A pontuação final de cada cidade é obtida a partir da soma das notas recebidas em cada uma das diretivas do PMVA, que são dez: Arborização Urbana, Biodiversidade, Conselho Ambiental, Esgoto Tratado, Estrutura e Educação Ambiental, Gestão de Águas, Município Sustentável, Qualidade do Ar, Resíduos Sólidos e Uso do Solo.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *